Skip to main content
  • Dom Sancho I
  • Praça Velha
  • Parque Polis
  • Cidade Neve

Notícia

Semana Europeia da Democracia Local

Semana Europeia da Democracia Local

A semana Europeia da Democracia Local (SEDL) é uma ação europeia anual, desenvolvida pelo Conselho da Europa como tributo à Carta Europeia da Autonomia Local que tem por missão estimular autoridades locais e regionais a organizarem eventos públicos de forma a levar as comunidades a conhecerem melhor as políticas locais, a incentivar os representantes eleitos a aprofundar o diálogo com os cidadãos e a reforçar a democracia local e o respeito pelos direitos humanos na Europa.

A Câmara Municipal de Valongo participa neste evento e dinamizou várias ações neste âmbito.

Na tarde de quarta-feira, dia 26 de outubro, a Junta de Freguesia da Guarda participou na sessão “Caravana Europeia, Cidades mais Verdes através do Orçamento Participativo”, onde o foco foi a tentativa de encontrar soluções, através dos governos locais, para o problema das alterações climáticas.

A partilha de experiências e ideias, bem como a análise das ferramentas disponíveis nomeadamente a dinamização dos Orçamentos Participativos trouxeram a esta sessão de trabalho diversos relatos.  Filipe Casimiro, Chefe de Divisão da Participação do Município de Lisboa; Paulo Francisco, Técnico Especialista na Área da Participação do Município de Loures; Orlando Rodrigues, Vereador da Educação e da Juventude do Município de Valongo; a Técnica Superior Natália Sá, da Junta de Freguesia de Encosta do Sol; e Tricia Ma, Policy Manager da equipa de Empoderamento Comunitário do Governo Escocês, apresentaram casos práticos nacionais e internacionais dos Orçamentos Participativos, numa sessão moderada por Miguel Silva Graça do Centro de Investigação em Território, Transportes e Ambiente da Universidade de Coimbra.

A sessão continuou com a formação sobre Orçamentos Participativos, numa visão mundial, dada pelo Professor Emérito Ives Cabannes, e encerrou com uma visão mais técnica sobre o tema por César Silva, da Wiremaze.

A necessidade de se criarem pontes entre adultos e jovens para diminuir a clivagem geracional e as preocupações sobre o ambiente, no que diz respeito também à democracia participativa foram as linhas gerais que orientaram os trabalhos e que devem também guiar as preocupações a nível governativo e de cidadania.

Galeria de fotos

27-10-2022

Comentários