Skip to main content
  • Dom Sancho I
  • Praça Velha
  • Parque Polis
  • Cidade Neve

Notícia

“5º Encontro I 2022 - Imagem & Território, Fotografia sem Fronteiras

“5º Encontro I 2022 - Imagem & Território, Fotografia sem Fronteiras


Decorreu durante os dias 21 a 24 de abril de 2022 o 5º encontro Imagem & Território, organizado pelo Centro de Estudos Ibéricos.
Durante o encontro pudemos ver, ouvir, debater e espreitar novos lançamentos de publicações.
No Museu da Guarda pudemos observar duas exposições, uma de um fotografo português, Jorge Bacelar, natural de Figueira de Castelo Rodrigo e a residir desde tenra idade na Murtosa onde exerce a profissão de Veterinário.
Sob o tema “Ruralidades”, com a sua máquina fotográfica capta a luz e dá destaque aos agricultores e ao seu quotidiano.
Outra de um fotógrafo Espanhol, Alberto Pietro, foto jornalista a residir em Salamanca.
Com o tema “Uma longa jornada”, mostra-nos “os filhos da guerra” captadas em contexto de conflito em diversos países.Síria, Iraque e outros.

Mudando de local, na Biblioteca Municipal Eduardo Lourenço é inaugurada a exposição;
“O Mais Comprido Museu do Mundo”. Nada mais, nada menos que a nossa Estrada Nacional 2 fotografada em toda a sua extensão, de Chaves a Faro.
Trata-se de um projeto de vários Arquitetos e seis fotógrafos, que nos trazem para uma exposição e também na edição de um livro com o mesmo tema.
Pretendem mostrar a diversidade da paisagem e as suas diferentes interpretações.
De volta ao centro da Cidade, no Paço da Cultura, José Eduardo Agualusa, natural de Huambo, Angola é romancista, contista, cronista e autor de literatura infantil.
O Autor brindou-nos com uma exposição sobre a Ilha de Moçambique e, como o próprio diz; “Uma ilha flutuando num mar muito antigo”, reflete a beleza das paisagens e da gente que por ali habita.
O livro, uma edição artesanal com encadernação feita com capulanas (tecidos moçambicanos) os mesmos que abraçam a exposição.  
Saindo ao encontro de mais uma inauguração, desta feita no salão de exposições do Teatro Municipal da Guarda.
Transversalidades, fotografia sem fronteiras. Trata-se de um concurso de fotografia promovido pelo Centro de Estudos Ibéricos com a cooperação transfronteiriça e dos territórios de baixa densidade. O concurso assenta no valor documental, pedagógico e estético da imagem.
Foram propostos quatro temas, Património natural, Espaços Rurais, Cidade e processos de urbanização e Cultura e Sociedade.
Participaram fotógrafos de diferentes países, e de diferentes continentes. Tivemos a satisfação de um dos premiados, no tema 1 Património Natural, ser natural da Guarda, Eduardo Flor, a  quem endereçamos os parabéns por este importante prémio fruto da sua dedicação e gosto pela fotografia.
Durante os quatro dias, pudemos respirar o ar da Guarda envolto em Cultura e projetá-la para Portugal e dar-lhe também uma dimensão internacional.
A Freguesia da Guarda parabeniza o Centro de Estudos Ibéricos, o Município da Guarda e toda a equipa envolvida na brilhante organização do 5º Encontro “Imagem & Território.

Ficamos a aguardar com elevada expectativa o 6º Encontro. Como referiu, em nota de encerramento, o coordenador do CEI, no próximo comemora-se o centenário de Eduardo Lourenço. E mais não disse.

 

27-04-2022

Comentários