Skip to main content
  • Dom Sancho I
  • Praça Velha
  • Parque Polis
  • Cidade Neve

Notícia

Floresta Segura 2022

Floresta Segura 2022

Decorreu no Paço da Cultura a sessão de apresentação da “Campanha Floresta Segura 2022”.

A sessão contou com a presença dos presidentes de junta de freguesia do concelho, técnicos municipais, Presidente da Câmara Municipal, Sérgio Costa e o Sargento Nuno Proença que moderou toda a sessão após breves palavras iniciais do Presidente da Câmara Municipal.

A iniciativa visou sensibilizar os autarcas de freguesia para a problemática da prevenção e combate aos incêndios florestais bem como das alterações legislativas verificadas nas estruturas de  acompanhamento desta problemática nomeadamente o disposto no DL 82/2021 e a novidade da intervenção da AGIF - agência integrada para os Incêndios e Fogos Florestais/Rurais.

O objetivo da campanha visa a proteção e garantia de segurança das pessoas, da floresta e dos bens próprios cidadãos. Também salvaguardar o património edificado e o florestal.

O Sargento Nuno Proença reforçou as melhorias na atenção dos proprietários à necessidade de manterem limpos os seus terrenos e que aquela melhoria tem sido notória ao longo dos anos.

No entanto algumas situações de sistemática desobediência obrigam à aplicação de coimas a partir do levantamento de autos.

Reforçou as regras essenciais das faixas de limpeza/ faixas de proteção dos aglomerados (100 m) e fora dos aglomerados em redor das casas (50 m) foi ainda indicado que quer I.P. a EDP e a REN têm vindo a melhorar o trabalho no âmbito das faixas de proteção e que a partir deste ano as habitações enquadradas no turismo rural / habitação bem como os postos de combustível passam também a ser obrigados legalmente a limpar/cortar o mato em redor da sua área de localização.

A GNR em colaboração com o IPG e com a CMG tem vindo a realizar um trabalho de aproximação de aproximação aos cidadãos através de campanhas de informação e sensibilização incluindo o meio escolar.

A ação dos postos de vigia inicia-se no decurso do mês de maio e a vigilância vai decorrer em moldes diferenciados dos anos anteriores com um envolvimento de articulação maior das entidades envolvidas nos dispositivos de prevenção e combate aos incêndios no quadro do novo modelo de governança instituído.
Foi ainda reforçado que tem subsistido com maior cuidado nas operações individuais de queima dos sobrantes com a informação prévia às câmaras municipais apesar de um maior nível legal de restrição na utilização do fogo e trabalhos agrícolas nos períodos críticos.

Voltou-se a comentar a necessidade da exigência de se andar com o extintor no trator por último foi anotado cuidado extremo na questão do abandono de resíduos que tem sido verificado muitas vezes e à necessidade de atender à responsabilidade dos donos dos terrenos na sua limpeza mesmo quando não são os próprios a depositar esses resíduos.

E a terminar foi comentado pelo sargento Nuno Proença à consideração legal que os animais de companhia têm direito desde logo nas condições de alojamento e licenciamento desses mesmos alojamentos bem como aos planos de evacuação a que estão sujeitos.

A Junta de Freguesia da Guarda agradece o empenho das forças policiais e outras neste importante desiderato de proteção à floresta e apela aos cidadãos que possam auxiliar nesta tarefa da limpeza dos terrenos e na informação sobre situações anómalas para que além do que vamos também fazendo no nosso dia a dia de prestação de serviço público.

 

04-03-2022

Comentários